LOGIN
Trabalhador em constante exposição ao sol tem mais chance de desenvolver câncer de pele - Notícias

NOTÍCIAS

Trabalhador em constante exposição ao sol tem mais chance de desenvolver câncer de pele

Todos sabemos que ficar excessivamente exposto ao sol é um risco à saúde, mas muitas profissões são exercidas ao ar livre e o contato com as altas temperaturas é inevitável. Segurados que trabalham nessas condições correm mais risco de desenvolver um câncer de pele, doença que pode incapacitar para o trabalho.

Foi esse o caso de um agricultor aqui do Rio Grande do Sul, que exercia a atividade desde os sete anos de idade. O trabalhador teve uma lesão no lábio que se transformou em câncer de pele em razão da constante exposição ao sol. O agricultor passou por três cirurgias para remover o tumor, que se espalhou por outras partes do corpo.

Durante o tratamento, ficou afastado de suas atividades e recebeu auxílio-doença, mas o benefício foi cancelado pelo INSS. Seu histórico de saúde não permitia que voltasse a trabalhar exposto ao sol, sob risco de desenvolver novamente a doença. Após entrar na justiça, o homem conseguiu garantir a aposentadoria por invalidez. Além de não poder mais retornar às atividades do campo, o agricultor está com idade avançada e sempre trabalhou no meio rural, tornando difícil a sua reinserção no mercado de trabalho.

Fonte: TRF4
 

VOLTAR